Como saber se o meu cão tem frio?

4 Março 2021

Uma das curiosidades que alguns donos de cães têm é saber se os seus patudos sentem as variações de temperatura, assim como conhecerem as várias maneiras de perceberem se estes estão com frio. 

Embora tenham pelo, seja comprido ou curto, e este proteger contra vários elementos externos, nomeadamente do frio, os cães sentem-no.

As raças de porte grande têm tendência a serem mais resistentes a baixas temperaturas, uma vez que possuem uma camada de gordura junto à pele que tem poder isolante, fazendo com que o frio não os afete tanto. Já as raças de porte pequeno são mais sensíveis relativamente a este tema, visto que são caracterizadas pelo pouco isolamento térmico, isto porque a sua camada de gordura não é suficientemente espessa e, por existir uma grande perda de calor corporal por parte destes canídeos.

De forma a perceber e identificar se o seu cão tem frio, há vários aspetos que pode ter em atenção:

  • Temperatura das orelhas – toque nas orelhas do seu patudo e sinta se estão frias, caso estejam, então é sinal de que este sente frio;
  • Temperatura da ponta do focinho (nariz) – embora seja natural e saudável os cães terem esta zona húmida e moderadamente fria, se ao tocar sentir que está gelada, significa que o seu cão tem frio;
  • Temperatura das almofadas das patas – por norma, os cães têm esta zona do corpo mais fria do que a restante, devido ao contacto frequente com o chão, principalmente os patudos que estão no exterior. No entanto, o facto de estarem exageradamente frias é um sinal de que o seu cão tem frio;
  • Procura de locais quentes – principalmente em dias e noites frias repare se o seu cão sente necessidade de procurar locais quentes da casa, como zonas com aquecedores, lareiras, camas ou sofás com mantas. Este comportamento indica que se sentem desconfortáveis com o frio e, por este mesmo motivo, tendem a encontrar um espaço quente e confortável para se aquecerem;
  • Tremores – se não for habitual, estiverem temperaturas ambientais baixas e perceber que o seu patudo está a tremer, significa que o seu cão tem frio.

Agora que já é possível identificar os sinais que os cães transmitem quando sentem frio, está na altura de conhecer as melhores formas de combater os dias com temperaturas mais baixas e melhorar a qualidade de vida do seu animal de estimação.

Para cães que passam a maior parte do seu dia e noite no exterior, é importante que estes tenham um local resguardado do frio e da humidade. Indicada para este tipo de situações a Casota Zeus é uma forma de oferecer ao seu patudo um local seco e coberto para descansar.

Os cães que estão dentro de casa também necessitam de ter as suas próprias camas e mantas para se manterem quentes. Desta forma, as camas e as mantas da marca ZOOK, são aconselhadas por serem bastante macias e quentinhas. Estas mantas podem também ser colocadas no interior das casotas dos cães que estão no exterior. 

Por último, capas de malha da marca Hunter são ideais para o seu cão usar durante os passeios em dias frios ou até mesmo quando estão por casa, seja no interior ou exterior.

Uma dica: se gosta de dormir com o seu cão, aproveite porque é uma forma fácil e carinhosa de aquecer o seu melhor amigo!

Conheça a nossa vasta gama de artigos quentes para o seu patudo.

Catarina Ribeiro - Auxiliar Veterinária

Tutora da Kiara e Angie