26 Julho 2019

Os animais devem ser desparasitados ao longo de todo o ano. Apesar de na altura do Verão, ser maior a predominância de parasitas externos, eles estão sempre presentes em qualquer altura do ano.

Há dois tipos de desparasitação:

Interna – Desparasitação para parasitas gastrointestinais (nemátodos e ascarídeos), dirofilaria, parasitas pulmonares, entre outros. A desparasitação interna pode ser feita pelo dono do animal. É só uma questão da pessoa saber administrar comprimidos. Se não se sentir à vontade poderá ser feito por um enfermeiro ou médico veterinário.

Externa – Desparasitação para parasitas como carraças, pulgas, ácaros, moscas, flebótomos e piolhos. São vários os produtos existentes para conseguir fazer uma desparasitação externa eficaz, como por exemplo:

30 Março 2017

O termo “febre da carraça” designa a doença provocada por um ou vários microrganismos, que a carraça injeta no cão, enquanto se alimenta do seu sangue. As carraças constituem importantes agentes transmissores de doenças, sendo superadas apenas pelos mosquitos na transmissão de zoonoses (doenças que podem ser transmitidas entre os animais e o Homem) a nível mundial.